Follow by Email

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Quem é Anúbis

Anúbis é um mestiço de Pastor Alemão com vira-lata nascido - acredita-se - em novembro de 2001. Com cinco irmãos foi abandonado em um caixinha em uma praça e recolhido por um abrigo de animais abandonados, onde eu o adotei com dois meses. Quando pequeno, parecia muito mais com um vira-lata. A carinha de pastor, o pêlo comprido e o rabo tipo espanador foram surgindo com o tempo. É ligeiramente mau-humorado e gosta de ele escolher seus amigos humanos. Demora um pouco para confiar em pessoas e deixa claro que a iniciativa de interação precisa partir dele. Com outros cães é bem sociável, principalmente com os de pequeno porte. Sempre participou de cãominhadas e passeios coletivos. Adorava longas caminhadas - principalmente em parques e trilhas - e em ritmo forte. É muito comunicativo. Seu olhar e suas atitudes "falam" muito, o que tem facilitado os cuidados no estágio atual.

Durante seus seis primeiros anos de vida correu solto em um quintal de 200m quadrados cheio de árvores na Zona Norte de São Paulo. De 2008 para cá passou por três outras casas - sempre comigo - mas com espaço mais reduzido. Daí começaram os passeios. De abril de 2011 até janeiro deste ano ele tinha à disposição para correr e brincar um quintal de 40m2, na Granja Viana, em Cotia, na regiao metropolitana de São Paulo, com passeios de 40 minutos três vezes por semana e corridas semanais de aproximadamente cinco quilômetros no parque Cemucam aos domingos.

No dia 17 da janeiro de 2013 tudo mudou. Nessa data ele perdeu o movimento da cintura para baixo. Foi nesse momento que eu percebi como a falta de informação pode complicar o tratamento e a rotina do animal e também pode influenciar muito no cotidiano do dono. Depois de diversas tentativas e erros para tentar dar a melhor qualidade de vida possível a ele sem alterar muito a minha, decidi fazer este blog com dicas que vão desde as possibilidades de tratamento, perguntas que esquecemos de fazer ao veterinário, até como arrumar a casa para a nova rotina e os cuidados diários com o cão. Espero que ajude aqueles que estão passando pelo mesmo problema. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário